domingo, outubro 03, 2010

Tonitruando...



É muito mais que uma página da natureza;
é um livro da vida, embora não seja livre o bastante...
Tratam-na como ouro de tolo; sabe-se, é o tesouro.
Desdenham-na, para comprá-la...
A alma ainda tem a cor que um dia faltará ao milênio...
Mistura natural do amarelo-solar com o azul celestial,
Mas acastanha-se na ausência do oxigênio,
na dança infernal de outras tribos ao redor do fogo;
de um mau tempo que insiste em não passar.

Já não sabe o que é ou onde está, e nem pode entender
palavras que saem da boca em alto volume, -
mas não têm substância que garanta o amanhã, - nutrição.
Ainda assim, mastiga-as... Não há o que fazer!...
a não ser vestir o lixo do luxo de estar ficando nua...

Estranha-se; não conhece muitas das línguas
que assombram-lhe as sombras. E segue...
crepitando nos inversos da amargura de ser
o que tantos querem ter. Vê-se nos troncos que descem o rio;...
à beira, pés vindos de longe calçados em velhas
e surradas havaianas, os mesmos que amassam o barro
das descabidas clareiras... Há índios escondendo o pênis
em calças jeans, e os pés em tênis... Nos pulsos fortes,
relógios marcando as almas; a proximidade dA Hora...

As aves conhecidas cantam em outros cantos...
Aninham-se para além das fronteiras;
e pássaros de metal, asas frias em camuflada pista,
levantam estranha poeira.

Sem o feeling do adivinho, ei-la...
Dá de comer e beber ao mundo
enquanto encolhe, seca, definha,... virando lenda.
Dança na dança das labaredas o esplendor da natureza...
Arde. Vira fumaça. Sobe aos céus, - a deus!
E o que lhe que sobra é o soçobrar-se...

Se alguma vida ainda lhe couber
será - quem sabe?... –
a que lhe soprará a imaginação
das gerações vindouras...

ju rigoni (2007)


Visite também
Dormentes, Medo de Avião, Navegando...

14 comentários:

AC disse...

Gosto deste tipo de poesia em que a poetisa não se coíbe de apontar o desequilíbrio, num misto de denúncia e alerta...
Muito bem, Ju!

Beijo :)

Marcantonio disse...

Surpreendente! Ainda mais porque se reveste de imagens fortes, algumas desconcertantes, com um tom elevado e profético de desilusão quase filosófica. De fato, tonitruante, mas com sábia indignação. A sua poesia não abre mão de um viés humanista.

Beijo.

angela disse...

Intenso e preocupante poema que nos chama a responsabilidade pelo futuro das gerações futuras.
Muito bom
beijos

Wanderley Elian Lima disse...

Olá Ju
Belo texto misto de protesto e denúncia. Gostei
Bjux

A.S. disse...

Ju...

Nas tuas palavras me afundo... e nelas naufrago com prazer!

Beijos
AL

Nilson Barcelli disse...

Ju, a sua poesia é de enorme profundidade. E não basta ler os seus poemas a correr... é preciso fazê-lo com os neurónios bem despertos e devagar... vc é uma poetisa que exige atenção total. Por isso mesmo vc é uma referência poética na blogosfera.
Vou ler de novo... e deliciar-me...
Beijos, querida amiga.

Walkyria Rennó Suleiman, disse...

JU
sei lá, vi que é de 2007, mas me fez pensar em vc hoje. Veja que uma alma trabalhada como a sua (ainda que o corpo padeça,rsrs) dá sempre um show de humanidade...e sempre é recorrente em sua busca.

Sonia Pallone disse...

Lindo poema Ju, nos leva a uma reflexão até dolorida...Muito bom te ler! Bjs.

Lua Nova disse...

Alma viva que vagueia lúcida como a de um vidente, a poetiza escreveu em 2007 sobre a realidade que enfentamos hoje e enfrentaremos, provavelmente, por todo esse século.
Forte... de fato, tonitroante...
Beijokas.

Colecionadora de Silêncios disse...

Olá, Ju...

Mais um lindo poema encontro aqui.
O que dizer, minha amiga?

MARAVILHOSO!

Vc tem um poetar único, de que gosto muito!

Beijos e tenha um lindo fim de semana!

Zélia Guardiano disse...

Muito lindo, Ju!
Lindo, grave, importante...
Gosto demais desta tua poesia que dá o recado que precisa ser dado!
E de forma magnífica...
Grande abraço, querida!

Graça Pereira disse...

Denúncia da realidade, coragem em escrever as palavras próprias...apontar erros, analisar a fundo e a frio... a grandeza deste problema. Gosto do teu modo de escrever e de analisar as situações.
Beijo amigo.
Graça

Priscilla Marfori... disse...

Seu blog é simplesmente lindo!
Estou te seguindo me siga também?
B-Jos.

ju rigoni disse...

À AC, Marantonio, Angela, Wanderley, A.S., Nilson, Walkyria, Sonia, Lua Nova, Colecionadora de Silêncios, Zélia, Graça e Priscilla...

Obrigada pela visita e pelo comentário.

Bjs para todos. Inté!