sábado, novembro 06, 2010

Querido(a) Amigo(a)...

.
Por razões pessoais estarei
ausente da blogosfera
por algum tempo.
Espero estar de volta em janeiro
visitando os amigos e atualizando
meus blogues aos domingos, como
sempre.

Deixo aqui alguns textos
E desde já agradeço sua visita.

Inté!



Eu Comigo

Minha casa é meu hiato
entre passado e futuro.
Plural nas memórias,
singular na história.
Fora dela sou reticente…
Dentro, sou transparente.
Minha casa é minha verdade, -
lá, não posso me esconder.
Minha casa é minha alma
com telhado e chaminé.
Descubro-me nela,
e admito que minha casa
nunca foi minha, -
que tantos já se foram,…
e outro tanto ainda vem.

Minha casa sou eu…
Portas e janelas abertas
para minhas lembranças…

Minha casa
é esperança com jardim…
Minha casa sou eu
dentro de mim.

ju rigoni (2000)


Ousadia

Melhor que escrever poemas
é ler os grandes poetas
e, do encontro com o perfeito,
ainda que a pena não valha,
pensar seu próprio poema.
Melhor que escrever poemas
é ousar escrevê-los.
Amar o verso maltrapilho
como ao filho que esperneia.
Melhor que escrever poemas
é acreditar que os escreve, -
imaginá-los perfeitos
apesar da imperfeição.
Melhor que escrever poemas
é ser do poeta o tema, -
a musa que inspira a paixão
que em palavras transpira.
Melhor que escrever poemas
é neles se descobrir, -
versos “sujos”, imprecisos,
de mal com qualquer simetria.
Melhor que escrever poemas
é com a sua poesia,
que de tão sua incomoda,
sem fórceps, extrair a crítica
e ter certeza: ainda vivo!
Melhor que escrever poemas
é ter na alma a palavra
e nas mãos papel e pena, -
a árvore ainda semente…
E plantá-la tão somente
porque lhe traz alegrias.

ju rigoni (sem registro de data)
.

26 comentários:

Colecionadora de Silêncios disse...

Nossa, Ju! Espero que não seja nada de grave essa sua ausência. Desejo, de coração, que tudo esteja bem com vc e os seus.

Vou sentir tb muitas saudades de vc, querida. Fique bem e não demore pra voltar, viu? Vou contar os dias!

Adoro vc! :)
Beijos e cuide-se!

angela disse...

Que falta você vai fazer...
Aproveite seu tempo.
Gostei dos poemas, mas este ultimo é de uma doçura imensa.
beijos

Tania regina Contreiras disse...

Também ficarei com saudades, Ju!

Beijo,
T.

Lu Nogfer disse...

Ju querida!

Seus poemas sao belíssimos!
Te conheci a tao pouco tempo e me encanto com tudo que vc escreve!
E é uma pena que tenha que se afastar mas entendo que por vezes temos total necessidade para olhar por outras coisas!

Te esperarei com saudades!

Beijos e fique com Deus!

Rita Contreiras disse...

Sentirei saudades. espero que seja por um motivo positivo essa sua ausência e que vc possa voltar com muita inspiração. Grande abraço.

Ana Lucia Franco disse...

Ju, que o afastamento seja bom para vc, e que volte para compartilhar conosco tua poesia, que aprecio bastante. Os poemas que nos deixou, maravilhosos, puros, sábios, líricos, escritos com mestria e arte.

bjs e tudo de bom..

Guaraciaba Perides disse...

As flores sempre voltam
Está gravado na Lei
Na alquimia dos perfumes
Botões da vida se abrem
Ao beijo da luz nascente
nos ciclos que vão e vem,
nas flores que vem e vão;
princípio que rege a lei
na alma e no coração...
Ju, como flor de pessoa que você se revela, esperamos sua volta.O bem esteja com você.

Lara Amaral disse...

Te (a)guardarei, amiga!

Beijo no seu coração.

Graça Pereira disse...

Já comecei a sentir saudades!!!
Obrigada pela oferta destes poemas deliciosos...cada um melhor que o outro... Que esta ausência não seja por motivo de saúde mas sim para te revigorares.
Que tenhas um santo e feliz Natal com todos os teus e que 2011 chegue á tua vida docemente...como a brisa de um fim de tarde de Verão!
Mil beijos
Graça

Nilson Barcelli disse...

Desejo que durante o teu afastamento tudo te corra bem.
Entretanto, ficaremos à tua espera, de braços abertos e cheios de saudades...
Os poemas que deixaste são muito bons. Gostei de todos.
Beijos, querida amiga Ju.

Vitor Chuva disse...

Olá, Ju!

Também há vida para além do blogue, e às vezes temos mesmo que dedicar-lhe mais algum tempo. O blogue não irá desaparecer ... nem as pessoas que gostam de o ler.

Beijinhos; tudo a correr bem, e cá ficarei à espera.
Vitor

Nadine Granad disse...

Deixa-nos lindos presentes... e órfãos!!!

Saudades antecipadas!...



Beijos =)

Tais Luso disse...

Querida amiga, esta pausa será proveitosa, sei.

Adorei o ‘Ousadia’... Quantos de nós não escrevemos e colocamos nossas aflições, nossas dúvidas, nossas alegrias numa gaveta e lá deixamos? Escrever, mesmo que seja pra nós é um exercício que sempre vale a pena. Não importa se alguém um dia vai ler, o que importa é que nossa alma, nosso espírito ficaram registrados num momento preciso.

E ler os grandes poetas? É sabedoria, é ensinamento.
Voltarei, tem tanta coisa por aqui... Não preciso ler o último postado.
Meu carinho, amiga!
Tais luso

Lis disse...

Obrigada pelos lindos poemas .
Estarei por aqui a espera lendo lendo
que é o que mais gosto de fazer principalmente quando encontro um cantinho assim.
abraços
bom descanso

Andrea de Godoy Neto disse...

Ju, eu voltando e tu saíndo...é a vida

Mas espero o teu regresso e guardo tua poesia comigo.

um beijo, querida!

Priscilla Marfori... disse...

Oi...
Quando voltar me visite!
Feliz Natal e alegre virada de anO...
SucessO e Deus.
B-Jos.
=)

Eliane F.C.Lima disse...

"Melhor que escrever poemas
é ler os grandes poetas". Verdade cristalina esses versos. E olhe que eu não sabia que eles estavam aqui, tão quietinhos, mas dizendo tudo.
Passei aqui só de saudade e me surpreendi.
Beijão grande,
Eliane F.C.Lima

Tais Luso disse...

Ju, para o 'Eu comigo':

Só tenho um lugar que habito: nele caio e levanto, sacudo a poeira e dou a volta por cima; posso ficar triste como alegre; chorar como rir e ninguém tem nada com isso!

Minha morada é em mim, na minha alma que pode sonhar sem dar satisfações e só ela aguenta meus tropeços.

Beijo grande amiga, e saudades.

L. Rafael Nolli disse...

Aguardamos o seu retorno!
Boas férias!

Lu Nogfer disse...

Então é natal...

Formam-se nuvens de esperança num céu de bondade,
Em cada coração há uma enorme desejo de felicidade e alegria!
Lares se iluminam numa magia sem qualquer maldade,
Iniludível, apenas o amor engrandece este lindo e peculiar dia...
Zelando totalmente pela nossa total paz e harmonia!

No íntimo de cada um de nós está o sentimento mais puro,
Aquele que norteia o significado verdadeiro da comemoração,
Todos sabem que Jesus é o nosso salvador e o porto seguro,
Aquarela de todas as emoções num só bondoso coração,
Libertando em todos nós os termos da sublime doação!

Alegria em cada rosto sem mascarar a tristeza,
Mudanças de atitudes e gestos de solidariedade,
Inquietação vestida da mais simples e calorosa nobreza,
Guardando em cada Ser o sentindo da sua própria verdade,
Originando a fagulha da mais verdadeira e sincera felicidade,
Somamos nossas expectativas numa única vontade: PAZ
(Autora Mariluci Carvalho)

BOAS FESTAS E FELIZ ANO NOVO!

Sonia Schmorantz disse...

Todos os dias deste ano,
Você esteve presente.
Fazendo-me sorrir, trazendo conforto e incentivando a continuar.
Todas suas palavras, seus comentários e presença foram muito importantes.
E é com todo carinho que desejo
Tudo de bom na sua vida,
Um Natal repleto de alegrias.
E que todos seus sonhos se tornem realidade neste
E em todos os Natais que ainda virão.
Um forte abraço.
Feliz Natal!

Lis disse...

Oi Ju
Passando pra deixar o abraço de Natal
e claro ler seus poemas que a cada dia se apresenta de forma diferente, rs
e sempre encantadores
Boas Festas
abraços

Nilson Barcelli disse...

Ju, não podia deixar acabar o ano sem te desejar um excelente 2011. Para ti e para os que mais amas.
Beijos, querida amiga.

ju rigoni disse...

À Patrícia, Anglea, Tania, Lu, Rita, Ana, Guaraciaba, Larinha, Graça, Nílson, Vítor, Nadine, Taís, Lis, Andrea, Priscila, Eliane, Rafael e Sonia meu muito obrigada pela visita e comentário.

Bjs e inté!

Denise disse...

Oi, Ju...ainda não te "seguia" aqui, e lendo DOMINGO, visualizei a cena tão parecida...meu neto, na areia, conhecendo o mar (amou!) e eu, encantada, saboreando seu riso e suas palminhas pelo inusitado...

Saiu à avó - amo o mar!! - por isso tb o texto me tomou e refém estou desta beleza:

Mar,…ah, mar!…
Obra divina, encantadora,
poderosa,
que em humores e tamanho
só comparo aos meus medos
e aos meus sonhos…

COISA MAIS LINDA!!!

Beijos, que teu retorno seja feliz e o ano, maravilhoso!

ju rigoni disse...

Bem-vinda, Denise! E obrigada pelo seu comentário. Bjs e inté!